Inositol em Pó: Benefícios, Usos e Dosagem

Escrito por Angie Arriesgado
Imagem destaque do artigo de inositol em pó

O inositol pode ser conhecido pelas suas propriedades benéficas para o SOP, mas está longe de ser exclusivo para o SOP. É um pó com sabor doce que provavelmente está nos carrinhos de compras de muitas mulheres, mas isso não significa que os homens também não posssam beneficiar das suas propriedades. Se nunca tomou pó de inositol antes, prepare-se para explodir! Neste artigo, vou partilhar consigo os benefícios para a saúde, usos e dosagem recomendada para a gestão de várias condições de saúde.

O que é o inositol?

O inositol é um açúcar de alcool solúvel em água que é metade da doçura do açúcar de mesa. Algumas pessoas poderam pensar que o pó de inositol é feito em laboratório, mas é na verdade abundante na natureza! Eis o porque:

  • É encontrado naturalmente no corpo humano, em especial no cérebro, tecidos e membranas celulares. 
  • Os nossos rins produzem cerca de 2 gramas de inositol através da glucose (que é convertida do carboidratos que consumimos).
  • É encontrado em grandes quantidades na carne, frutas (especialmente cítrinos), vegetais, cereais, frutos secos e sementes. Portanto, é importante consumir uma dieta saudável e não nos enchermos de comida processada!

O inositol era formalmente conhecido como vitamina B8, mas desde então foi reclassificado visto não ser uma verdadeira vitamina. Também não é considerado um nutriente essencial, visto que o nosso corpo o produz através da sintese da glucose. Por definição, os nutrientes essenciais são aqueles que o corpo necessita, mas não conseguimos produzir, ou em quantidades suficientes. Então, necessitamos de obtê-los através da dieta (ou suplementos) para conseguir os níveis que o corpo necessita.

Mio-inositol encontrado naturalmente em diversas frutas e vegetais

O que é o mio-inositol?

O inositol tem 9 formas ou isómeros. A forma mais comum e abundantes é o mio-inositol. O mio-inositol é tão abundante que geralmente quando lê ou ouve falar da palavra inositol, é na verdade o mio-inositol a ser referido. Quando necessário, o corpo humano converte o mio-inositol nos seus outros isómeros.

Estes são os outros insómeros:

  1. D-quiro-inositol (segunda forma mais abundante)
  2. L-quiro-inositol
  3. Cilo-inositol
  4. Muco-inositol
  5. Neo-inositol
  6. Alo-inositol
  7. Epi-inositol
  8. Cis-inositol

Caso não especificado, cada vez que ler a palavra inositol neste artigo (ou no nosso blog), saiba que nos referimos ao mio-inositol.

O que é o d-quiro-inositol?

D-chiro-inositol é outro isómetro. Apesar de não ocorrer naturalmente em grandes quantidades, é ainda o segundo tipo de inositol mais abundante, a seguir ao mio-inositol. Como mencionado anteriormente, os nosso corpos conseguem converter o mio-inositol para d-quiro-inositol, se necessário.

O rácio normal no corpo de mio-inositol para d-quiro-inositol é de 40:1. A maioria das combinações de inositol (suplementos) oferece uma combinação de mio-inositol e d-inositol neste rácio.

Por que escolher inositol em pó versus comprimidos

Por que inositol em pó?

O inositol pode ser adquirido em pó, comprimido ou cápsula. Enquanto algumas marcas oferecem nas duas formas, nós acreditamos que a o inositol em pó é de longe a melhor opção. Mas não tome a nossa palavra como decisiva, veja os prós e contras de cada forma para que possa decidir por si!

Pó de Inositol

Tomar a sua dose diária de inositol medida a medida pode parecer mais uma tarefa no seu dia a dia, mas é na verdade uma opção mais prática. Tal como irá aprender no nosso artigo, a dosagem de inositol varia de um problema de saúde para outro. A versão em pó facilita o ajuste da dose.

Por exemplo, se o fabricante mencionar 1 scoop como 1 dose, então é fácil de entender quantos scoops necessita para as suas necessitas específicas. Para tomar meia dose, basta tomar meio scoop. Para dobrar ou triplicar, será o mesmo!

Além disso, o inositol em pó é facil de tomar. Basta misturar com água ou outra bebida e consumir. Algumas marcas mencionam ter inositol em pó com sabor neutro, no entnato, o inositol é na verdade muito doce. Portanto, é perfeito para adoçar o seu café ou chá da manhã.

Inositol em comprimido ou cápsula

O inositol é também comercializado em comprimido ou cápsula. É sem dúvida o formato mais conveniente visto que basta apenas colocar um ou dois comprimidos na boca e engolir com água. No entanto, ajustar a dose não é fácil.

Por exemplo, algumas marcas requerem 4 comprimidos diários para chegar à porção de uma dose. Isto significa que se tiver de duplicar ou até triplicar a sua dose diária (sim, o inositol é seguro em grandes quantidades), terá de tomar 8 ou até 12 comprimidos num só dia!

As cápsulas são fáceis de abrir e retirar o pó. mas por que dar-se a todo este trabalho? Basta adquirir inositol em pó!

Por que escolher inositol em pó versus comprimidos

Quais são os benefícios do inositol para a saúde?

O inositol tem imensos benefícios para a saúde, iremos dividi-los em 3 secções – benefícios para saúde de todos, benefícios para a saúde da mulher, e para benefícios para a saúde do homem.

9 benefícios para a saúde do homem e da mulher

1. Inositol promove a sensibilidade à insulina

A insulina é uma hormona importante produzida no pâncreas. Esta regula os níveis de açúcar no sangue e tem também o seu papel no metabolismo da gordura e proteina. Uma baixa sensibilidade à insulina ou seja, resistência à insulina, aumenta o risco de diabetes tipo 2, síndrome metabólico, SOP, doenças cardiovasculares, entre outros.

Então, como é que o inositol melhora a sensibilidade à insulina? Para responder a esta pergunta, vamos olhar à relação entre carboidratos e insulina:

Além das vitaminas e minerais que obtemos, os alimentos que consumimos também nos fornecem gordura, proteina e carboidratos. Os carboidratos são a fonte de energia do nosso corpo. Quando os carboidratos chegam à flora intestinal, são processados e transformados em glucose ou açúcar no sangue. Quando o açúcar entra na corrente sanguínea, os seus níveis de açúcar no sangue irão naturalmente aumentar. Isto é um sinal de que o pâncreas enviou insulina para a corrente sanguínea. O trabalho da insulina é o transporte de glucose para as células, onde é utilizado para energia ou armazenado como gordura. Este processo permite que os níveis de açúcar no sangue voltem ao normal.

Agora, é que aqui que está o problema:

O consumo de alimentos ricos em carboidratos por um longo período de tempo pode levar a resistência à insulina. Lembre-se mais carboidratos = nível mais elevado de açúcar no sangue. Este consumo excessivo de carboidratos pode eventualmente a que o pâncreas entre em modo hiper produção de insulina. Mais cedo ou mais tarde, as células deixam de responder à insulina. Quando isto acontence, acabará com elevados níveis de açúcar no sangue e elevados níveis de insulina. Se não for tratado, isto pode levar à resistência à insulina.

Felizmente, o inositol pode ajudar a reverter a resistência à insulina. Diversos estudos clínicos suportam o facto de que o inositol reduz os níveis de açúcar no sangue bem como os níveis de insulina, desta forma melhorando a sensibilidade à insulina tanto em pacientes com SOP como pacientes sem SOP. (1, 2).

Inositol pode reduzir os níveis do colesterol mau

2. Reduz colesterol LDL e níveis de colesterol total

O colesterol tem tido uma má reputação na últimas décadas, mas é na verdade um nutriente muito importante encontrado nas nossas células. Dito isto, existem dois tipos de colesterol:

  • Lipo-proteina de baixa densidade LDL) – este é o colesterol “mau”. Altos níveis de LDL aumentam o risco de ataque cardíaco e doenças cardiovasculares.
  • Lipo-proteina de alta densidade (HDL) – este é o colesterol “bom”. Níveis altos de HDL reduzem o risco de ataque cardíaco e doenças cardiovasculares.

Juntos, são o seu colesterol total.

De acordo com uma revisão de 14 testes clínicos controlados publicado em 2018, a suplementação com inositol levou a uma redução significativa dos níveis de LDL e colesterol total. O Inositol não afetou os níveis de HDL, mas não diminui o fato de que o inositol pode ajudar a reduzir o risco de acidente vascular cerebral e doenças cardíacas (3)!

3.  Inositol ajuda a reduzir os níveis de triglicerídeos no corpo

Tal como o mau colesterol, é também importante gerir os triglicerídeos, visto que em níveis elevados aumentam o seu risco de derrame, ataque cardíaco e doenças cardíacas. Infelizmente, quem tem uma baixa sensibilidade à insulina tem também níveis elevados de triglicerídeos. O bom de tudo isto é que várfios estudos apontam para o facto de que o inositol tem um efeito positivo nos triglicerídeos no plasma (2, 3).

Por curiosidade, os ácidos gordos ómega-3 também são conhecidos por reduzir os triglicerídeos. Veja este artigo sobre 24 formas de como o ómega-3 pode melhorar a sua vida!

Inositol ajuda nos transtornos de ansiedade, depressão e pânico

4. Alivia a ansiedade, depressão e Transtornos de pânico

De acorco com J. Levine, o inositol tem efeitos terapêuticos em distúrbios que respondem a SSRIs ou inibidores seletivos da recaptação da serotonina. São antidepressivos usados para tratar depressão, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), transtornos do pânico e fobias como agorafobia e fobia social (5).

Aqui está um resumo das descobertas de Levine:

Depressão

28 pacientes receberam 12g de inositol diário. Após 4 semanas, as suas condições mentais demonstraram melhorias significativas de acordo com a escala “Hamilton Depression Scale”.

Transtornos de pânico

21 pacientes com transtorno de pânico (com e sem agorafobia) receberam 12g de inositol diário durante 4 semanas. Os resultados foram nada mais que algo de extraordinário! Todos os pacientes tiveram menos episódios de ataques de pânico, e quando tiveram estes foram menos severos que anteriormente.

Transtorno obsessivo-compulsivo

Após 6 semanas com doses de 19g de inositol por dia, 13 pacientes com TOC obtiveram uma melhoria significativa nos seus sintomas.

De acordo com o mesmo estudo, o inositol não obteve melhorias em condições que não respondem a SSRI’s. Essas condições incluem Alzheimer, esquizofrenia, e autismo.

5. Inositol em pó demonstra benefícios promissores no transtorno bipolar

Todos passamos por uma montanha russa de emoções, mas os bipolares vão a níveis extremos. Mudanças de humor que variam de forma “selvagem” de extremos altos (mania) a extremos baixos (depressão), com alguns estados estáveis pelo meio.

Um estudo em 24 crianças bipolares (idades entre 5-12) com sintomas leves a moderados relevou um resultado interessante, As crianças foram divididas em 3 grupos. Um grupo recebeu inositol, o osegundo grupo recebeu ómega-3, e o último grupo uma combinação de inositol e ómega-3 (6).

Após 12 semanas, o grupo da combinação de inositol e ómega-3 obteve as melhorias mais significativas nos seus sintomas de bipolaridade. De acordo com a Escala de Avaliação de Mania Jovem e Escala de Avaliação de Depressão Infantil (6).

Psoríase causada pelo tratamento com lítio não faz frente ao inositol em pó

 6. Ajuda a tratar a psoríase causada pelo lítio

O lítio é um estabilizador de humor frequentemente prescrito a pacientes bipolares. Funciona como esperado, mas tem um grande número de efeitos secundário, sendo a psoríase um deles. A psoríase é uma doença de pele com coceira extrema que aparece como manchas escamosas em qualquer parte do corpo.

Felizmente, a mudança do lítio para o inositol mostrou resultados incríveis, conforme evidenciado por um estudo de caso feito em um paciente bipolar. Em vez de lítio, o paciente recebeu 3g de inositol por dia. Após 4 anos de acompanhamentos regulares, o estudo concluiu dizendo que o inositol é muito eficaz para os sintomas bipolares e psoríase do paciente (14).

7. Pode ajudar na perda de peso

Qualquer pessoa que queira perder peso não deve olhar para o inositol como um suplemento de perda de peso, porque, na realidade não o é. No entanto, dado que é tão eficaz na melhoria da sensibilidade à insulina que, um dos seus “efeitos secundários” desejáveis é a perda de peso! Claro, para melhores resultados, não se esqueça de seguir uma alimentação saudável e exercitar-se mais frequentemente, além de tomar inositol diarimente.

8. É uma alternativa à Metformina mais segura!

A metformina é uma droga prescrita regularmente para diabetes tipo 2. É extremamente eficaz na redução dos níveis de insulina e açúcar no sangue. No entanto, os contras é que os seus efeitos secundários não são necessariamente pequenos. Eis alguns – dor muscular, fraqueza fisica, infeções urinária, baixos níveis de açúcar no sangue, disconforto no peito, acidez, diarreia, e obstipação.

Se quiser aproveitar os benefícios da metformina mas manter longe os efeitos secundários, então o inositol é a sua melhor opção. O inositol em pó é 100% natural e funciona tão bem como a metformina. Até em doses altas, os efeitos secundários tendem a ser ligeiros, tal como nausea, cansaço, dor de cabeça, e gases.

Benefícios do inositol para a saúde das mulheres

10 benefíocs para a saúde da mulher

1. Inositol em pó ajuda nos sintomas de SOP

O síndrome de ovários policíticos (SOP) pode não ser uma condição que ameaçe a vida em si. Mas se não for tratado, pode levar a condições mais sérias como diabetes tipo 2, ataques cardíacos, inflamação do fígado, cancro do endométrio, etc. Infelizmente, ainda não existe curta para o SOP, mas os seus sintomas podem ser mantidos sob controle.

Apesar da metformina também manter os sintomas de SOP sob controle, existe uma opção disponível muito melhor – INOSITOL. O inositol é amplamente considerado seguro e eficaz para o SOP e diversos estudos clínicos suportam a sua eficácia (2, 4, 7).

Mas nem todos os suplementos de inositol são criados de igual forma. Eis o que deve procurar num suplemento de inositol para SOP:

  • A proporção de 40: 1 de mio-inositol para d-quiro-inositol cientificamente recomendada e de ocorrência natural
  • Folato para apoiar uma gravidez saudável (mais sobre isso abaixo)
  • Crómio para promover a sensibilidade à insulina e controlar o açúcar no sangue

O nosso Cromositol-F Complexo Avançado de Inositol Intelligent Labs cumpre estes requisitos. meets this requirement. Cada dose de cromositol-F contém:

  • combinação de inositol 40:1 (2000mg mio-inositol e 50mg d-quiro-inositol)
  • 200mcg folate (na forma ativa 5-MTHF), e
  • 200mcg crómio (na forma picolinato).

2. Melhora a qualidade dos óvulos da mulher com SOP

A qualidade dos óvulos da mulher é essentcial para uma gravidez saudável, mas diversos fatores podem levar a uma saúde debilidade dos óvulos. Estes incluem a idade da mulher, o estilo de vida, os níveis de stress, a dieta, e claro, o SOP.

De acordo com um estudo publicado no Fertility and Sterility Journal, as mulheres que tomaram 2g de inositol duas vezes ao dia com 400mcg de ácido fólico tinham óvulos mais saudáveis em comparação às mulhjeres que tomaram apenas ácido fólico (8).

Portanto, se já a pensar engravidar brevemente, recomendamos a toma do cromositol-F tão cedo quanto possível para garantir a saúde dos óvulos.

Inositol ajuda a regular os ciclos menstruais da mulher

3. Restabelece o ciclo menstrual normal

Como mencionado anteriormente, a metformina pode ajudar a tratar os sintomas do SOP, tal como cíclos menstruais irregulares – ou a falta deles. No entanto, mais uma vez, o inositol supera a metformina neste departamento.

Um estudo de 2010 demonstrou que a combinação de inositol e ácido fólico não só é capaz de restabelecer os cíclos menstruais, mas também resultou mas também resultou numa maior taxa de gravidez (9)!

4. Melhora a fertilidade

Portanto, a fertilidade da mulher vai de encontro à qualidade dos óvulos. Como aprendeu até aqui, o inositol é capaz de melhorar a qualidade dos óvulos da mulher e restabelecer cíclos menstruais normais.

Adicione os outros efeitos benéficos do inositol em pó, e não é surpresa que terá um efeito positivo na fertilidade da mulher (8, 9).

5. Reduz os níveis de testosterona em mulheres com SOP

Apesar da testosterona ser uma hormona massculina, esta está presente tanto em homens como em mulheres. No entanto, mulheres com SOP têm níveis mais elevados de testosterona do que o normal. É por isso que as mulheres com SOP sofrem com sintomas “masculinos”. O hirsutismo ou crescimento excessivo de pêlos seguindo um padrão de distribuição masculino, queda de cabelo de padrão feminino, acne severa e os períodos irregulares.

Ao tomar inositol e ácido fólico (ambos incluidos no Cromositol-F), os níveis da testosterona voltam ao normal. Isto mantém o acne e hirsutimos sobr controle, além de melhorar a ovulação e fertilidade em mulheres com SOP (2).

6. Combate o hirsutismo

Algumas mulheres “aceitam o hirsutismo (ou pelo menos aprendem a viver com ele), outras nem tanto. Se pertence ao segundo grupo, experimente inositol! Um estudo de 2008 demonstrou o quão poderoso o inositol é no que toca ao equílibrio das hormonas sexuais. Após 6 meses de inositol, 46 mulheres com hirsutismo finalmente livraram-se do crescimento de pêlos indesejados! O inositol funciona de forma a reduzir os níveis de androgéno e no aumento dos níveis de estrogénio (10).

Inositol em pó ajuda na prevenção de diabetes gestacionais

7. Previne os diabetes gestacionais

A gravidez é considerada uma benção para muitas mulheres. Mas engravidar é apenas o primeiro passo. Evitar os diabetes gestacionais está no topo da lista de afazeres na gravidez. Por que? Porque pode causar vários problemas. Pode levar à pré-eclampsia (pressão arterial alta), hipoglicémia (baixos níveis de açúcar no sangue), entre outros.

Infelizmente, os diabetes gestacionais são prevalentes entre mulheres obesas ou com excesso de peso. Felizmente, o inositol ajuda a reduzir o risco de diabetes gestacionais neste grupo de mulheres (11).

Como medida preventiva, mulheres com SOP e/ou histórico na família de diabetes tipo 2 deveriam considerar o consumo de inositol para proteção contra os diabetes gestacionais.

8. Suporta mulheres pós-menopausa

A menstrução é uma das coisas mais desconfortáveis que uma mulher passa na vida. Sangramos por uns dias todos os meses, como um relógio, por 40 anos! Então é fácil pensar que finalmente teremos uma pausa quando chegarmos à menopausa.

Mas o declínio dos níveis de estrogénio e progesterona durante a menopausa podem contribuir para outros problemas de saúde, tais como o aumento do risco de desenvolver a síndrome metabólica e doença cardiovascular.

Um estilo de vida saudável e uma dieta equilibrada são recomendados de forma a gerir estas condições de saúde mas a suplementação com inositol também ajuda. De acordo com um estudo recente, a toma de apenas 2g de inositol por dia é o suficiente para ver melhorias nos níveis de colesterol e triglicerídeos, pressão sanguínea e índice HOMA (12).

Mio-inositol ajuda a melhorar o acne hormonal

9. Ajuda a limpar o acne hormonal

Dese o vinagre de maçã, mel, witch hazel, chá verde, à aloe vera e óleo de melaleuca, parece não haver falta de tratamentos de acne caseiros. Algumas destas opções funcionam, mas se a raíz do seu acne é hormonal (como é o cado do SOP), então talvez nenhum deles seja eficaz. Nesse caso, o inositol é a sua melhor aposta.

Investigadores italianos colocaram 50 pacientes com SOP com acne moderado numa dosagem de 2g de inositol duas vez ao dia por 6 meses. Quando o estudo terminou, os pacientes que tomaram inositol tinham níveis mais baixos de DHEAS (dehidroepiandrosterona) no sangue e melhores condições de pele! Isto levou a que os investigadores concluissem que o inositol pode sem dúvida ajudar no tratamento de acne hormonal (4).

10. Ajuda mães que amamentam

Tal como outros suplementos e medicações, é importante falar com o seu médico, especialmente se estiver grávida ou a amamentar. Dito isto, o leite materno é naturalmente rico em inositol. É de facto o terceiro nutriente em maior abundância no leite materno, logo a seguir à lactose e glucose (16).

Inositol para homens – ajuda a melhorar a qualidade do esperma e fertilidade

De acordo com um estudo publicado no International Journal of Endocrinology, 45 homens com síndrome metabólico e astenospermia rceberam 1g de inositol (+ antioxidantes) três vezes por dia durante 3 meses. No final do estudo, os voluntários demonstraram um aumento significativo dos níveis de insulina e testosterona, bem como melhoria na qualidade do esperma (mobilidade, concentração, e morfologia) (13).  

Benefícios do inositol para a saúde dos homens

Dosagem de Inositol

O inositol não tem uma dose diária recomendada como outros nutrientes. Isto deve-se ao facto de não ser considerado um nutriente essencial, visto que os nossos corpos produzem inositol por si mesmos. Mas aqui estão algumas sugestões de dosagem para ajudar a tratar ou gerir várias condições de saúde:

  • Sensibilidade à insulina – 2g diárias (2 doses de Chromositol-F)
  • Diabetes tipo 2 (alternativa à Metformina) – 2g por dia (2 doses de Chromositol-F)
  • SOP – 2g por dia + 400mcg ácido fólico (2 doses de Chromositol-F)
    • melhora a qualidade os óvulos
    • restabelece a menstrução
    • Melhora a fertilidade
    • Reduz a testosterona
    • Elimina o hirsutismo
    • Ajuda na perda de peso
    • Combate o acne hormonal
  • Síndrome metabólica – 2g por dia (2 doses de Chromositol-F)
    • Reduz os níveis de triglicerídeos no sangue
    • Reduz o nível de LDL e colesterol total
    • Reduz a pressão arterial
    • Reduz os níveis de açúcar no sangue
  • Depressão – 12g durante 4 semanas (6 doses de Chromositol-F)
  • Transtorno de pânico – 12g durante 4 semanas (6 doses de Chromositol-F)
  • Transtorno obssessivo-compulsivo – 18g durante 6 semanas (9 doses de Chromositol-F)
  • Síndrome bipolar – 2g inositol (1 dose de Chromositol-F) + 3g de ómega-3
  • Psoriase causado por lítio – 3g diárias (1.5 dose de Chromositol-F)
  • Diabetes gestacionais – 2g duas vezes ao dia + 400mcg ácido fólico (2 Chromositol-F)
  • Apoio no pós-menopausa – 2g duas vezes ao dia (2 doses de Chromositol-F)
  • Apoio na amamentação – 2g-4g por dia (1-2 doses de Chromositol-F)

Possíveis efeitos secundários do Inositol

Como poderá ter notado pela lista acima, a maioria das condições de saúde requer 4g de inositol em pó ou duas doses de Cromositol-F. No entanto, até em doses altas até 18g, o inositol é considerado relativamente seguro e os efeitos secundários relativamente leves. Estes incluem nausea, dor de cabeça, tonturas, gases, e dor de estômago (15).

Algumas pessoas podem sentir efeitos secundários durante os primeiros dias. Para deixar o seu corpo habituar-se ao suplemento, recomendamos iniciar com uma dose baixa (2g). Após alguns dias, pode aumentar a dosagem de inositol para 4g por dia.

Pode obter inositol dos alimentos que consome

Questões frequentes sobre o inositol em pó

Pode conseguir inositol dos alimentos?

Sim, existem várias fontes alimentares ricas em inositol. Eis algumas delas:

  • Vegetais – vegetais de folha verde escuro, pimentos, aspargos, batatas
  • Feijão – feijão-marinho, feijão-de-lima
  • Frutas – Frutas cítricas como a laranja, pêras, pêssegos, catalope, bananas
  • Cereais integrais – arroz integral, wheat bran, milho
  • Frutos secos e sementes
  • Carne e ovos

O que acontece se for além da dose recomendada

O inositol em pó é um suplemento relativamente seguro. Em estudos onde os voluntário receberam 12-18g diárias, apenas se notaram efeitos leves, tal como gases, nausea, cansaço e dor de estômago.

Posso utilizar o inositol como adoçante?

O inositol tem cerca de 50% da doçura do açúcar. Pode utilizá-lo para adoçar o seu café ou chá em vez de utilizar açúcar.

O inositol em pó é keto-amigável?

Quem está numa dieta keto pode não estar a fim de tomar inositol visto ser um puro carboidrato, com 1g de inositol sendo 1g de carboidrato. Para se manter em cetose, é recomendado consumir menos que 20g de carboidrados por dia. Mas o limite keto de 20g de carboidratos keto não é regra fixa. Algumas pessoas vão até 30g, 40g, e até 50g de carboidratos e ainda assim mantêm-se em cetose!

A maioria dsos suplementos de inositol recomendam que tome pelo menos 2g-4g de inositol por dia. Agora, a decisão é sua se os benefícios do inositol valem os carboidratos.

Conclusão

A suplementação com inositol em pór trás imensos benefícios para a mesa. É um suplmemento seguro até mesmo em a 4x a dose usual (de 4g até 18g por dia). Até em doses altas, os efeitos secundários são leves, nada em comparação aos efeitos da Metformina ou outro medicamento sintético. Dito isto, se ainda não está a tomar inositol em pó, vai considerar após ler sobre os seus fantásticos benefícios? Conte-nos nos comentários!

Referências

(1) Bevilacqua, Arturo, and Mariano Bizzarri. “Inositols in Insulin Signaling and Glucose Metabolism.” International journal of endocrinology vol. 2018 1968450. 25 Nov. 2018, doi:10.1155/2018/1968450 (2) Costantino, D et al. “Metabolic and hormonal effects of myo-inositol in women with polycystic ovary syndrome: a double-blind trial.” European review for medical and pharmacological sciences vol. 13,2 (2009): 105-10. (3) Tabrizi, Reza et al. “The effects of inositol supplementation on lipid profiles among patients with metabolic diseases: a systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials.” Lipids in health and disease vol. 17,1 123. 24 May. 2018, doi:10.1186/s12944-018-0779-4 (4) Pezza, Michele, and Valentina Carlomagno. “Inositol in Women Suffering from Acne and PCOS: a Randomized Study.” Global Dermatology, vol. 4, no. 1, 2017, doi:10.15761/god.1000203. (5) Levine, J. “Controlled trials of inositol in psychiatry.” European neuropsychopharmacology : the journal of the European College of Neuropsychopharmacology vol. 7,2 (1997): 147-55. doi:10.1016/s0924-977x(97)00409-4 (6) Wozniak, Janet et al. “A randomized clinical trial of high eicosapentaenoic acid omega-3 fatty acids and inositol as monotherapy and in combination in the treatment of pediatric bipolar spectrum disorders: a pilot study.” The Journal of clinical psychiatry vol. 76,11 (2015): 1548-55. doi:10.4088/JCP.14m09267 (7) Unfer, Vittorio et al. “Effects of Inositol(s) in Women with PCOS: A Systematic Review of Randomized Controlled Trials.” International journal of endocrinology vol. 2016 (2016): 1849162. doi:10.1155/2016/1849162 (8) Papaleo, Enrico et al. “Myo-inositol may improve oocyte quality in intracytoplasmic sperm injection cycles. A prospective, controlled, randomized trial.” Fertility and sterility vol. 91,5 (2009): 1750-4. doi:10.1016/j.fertnstert.2008.01.088 (9) Raffone, Emanuela et al. “Insulin sensitiser agents alone and in co-treatment with r-FSH for ovulation induction in PCOS women.” Gynecological endocrinology : the official journal of the International Society of Gynecological Endocrinology vol. 26,4 (2010): 275-80. doi:10.3109/09513590903366996 (10) Minozzi, M et al. “Treatment of hirsutism with myo-inositol: a prospective clinical study.” Reproductive biomedicine online vol. 17,4 (2008): 579-82. doi:10.1016/s1472-6483(10)60248-9 (11) Tahir, Faryal, and Zainab Majid. “Inositol Supplementation in the Prevention of Gestational Diabetes Mellitus.” Cureus vol. 11,9 e5671. 16 Sep. 2019, doi:10.7759/cureus.5671 (12) Giordano, Domenico et al. “Effects of myo-inositol supplementation in postmenopausal women with metabolic syndrome: a perspective, randomized, placebo-controlled study.” Menopause (New York, N.Y.) vol. 18,1 (2011): 102-4. doi:10.1097/gme.0b013e3181e8e1b1 (13) Montanino Oliva, Mario et al. “Effect of Myoinositol and Antioxidants on Sperm Quality in Men with Metabolic Syndrome.” International journal of endocrinology vol. 2016 (2016): 1674950. doi:10.1155/2016/1674950 (14) Kontoangelos, Konstantinos et al. “Administration of inositol to a patient with bipolar disorder and psoriasis: a case report.” Cases journal vol. 3 69. 23 Feb. 2010, doi:10.1186/1757-1626-3-69 (15) Palatnik, A et al. “Double-blind, controlled, crossover trial of inositol versus fluvoxamine for the treatment of panic disorder.” Journal of clinical psychopharmacology vol. 21,3 (2001): 335-9. doi:10.1097/00004714-200106000-00014 (16) Brown, Laura D et al. “Inositol and mannose utilization rates in term and late-preterm infants exceed nutritional intakes.” The Journal of nutrition vol. 139,9 (2009): 1648-52. doi:10.3945/jn.109.109108

Obtenha Desconto de 15% na Sua Primeira Compra

Coloque o seu e-mail e receba o seu cupão de 15% desconto