7 Fatores Para Escolher Os Melhores Probióticos

Escrito por Andy Mobbs
Revisado por Lamia A Kader, MD
Família feliz a preparar uma refeição saudável na cozinha

Nem todos os probióticos são o mesmo, de facto, pode existir uma grande diferença entre um probiótico e outro. Escolha o certo e pode resolver os seus problemas de saúde, ou prevenir problemas de saúde no futuro. Escolha o errado e provavelmente pouco acontecerá, à parte da possibilidade de distúrbios gastrointestinais e perda de dinheiro.

Então, qual é o problema aqui, com tantas empresas de probióticos prometendo coisas incríveis com os seus suplementos, como pode realmente saber qual é um bom probiótico, e qual não é? Bem, aqui estão os 7 principais fatores que precisa considerar para tomar uma boa decisão.

1. Os melhores suplementos probióticos – Potência do suplemento

A primeira coisa a analisar ao escolher um probiótico é a potência do suplemento. A potência dos probióticos é medida em UFC, que significa unidades formadoras de colónias. Uma UFC é o número de bactérias ou colónias capazes de chegar vivas à sua flora intestinal, e posteriormente reproduzir-se, por cápsula ou por dose, dado que algumas marcas requerem doses de mais que uma cápsula.

Relembre-se de o verificar, pois esta é uma forma sorrateira de algumas empresas fazerem os seus suplementos parecerem melhores do que realmente são! As UFC devem ser medidas em bilhões. Como acontece com o número de cápsulas por porção, muitas marcas de probióticos escondem a sua potência no verso do rótulo, tornando-o difícil de encontrar, portanto, esteja também ciente disso.

No entanto, as melhores marcas de probióticos irão claramente mostrar a sua potência na parte frontal dos seus rótulos.

Ainda assim, apesar da potência ser importante, não pode simplesmente olhar para a potência e fazer o seu julgamento. Deverá também considerar o número de estirpes probióticas presentes no suplemento.

2. As melhoras Cápsulas Probióticas – UFC por estirpe bacteriana

Então, deverá procurar o número de UFC por estirpe bacteriana. O objetivo das bactérias é repovoar a sua flora intestinal com boas bactérias. Para fazer isso, as bactérias necessitam de crescer e se multiplicar com sucesso.

Se a potência por estirpe for fraca, então simplesmente não existirá bactérias suficientes para que essa estirpe possa repovoar a sua flora intestinal, e consequentemente mudar a sua “paisagem bacteriana”. Recomendamos que procure por pelo menos 5 bilhões de UFC por estirpe, portanto, para um suplemento probiótico de 10 estirpes, deverá ser em torno de 50 bilhões de UFC.

É digno de anotar que estudos demonstraram que precisa tomar probióticos de alta resistência de forma consistente para ajudar a manter o ecossistema do seu intestino. Caso contrário, este apenas voltará à sua forma original.

analise as UFC por estirpe bacteriana nos melhores probióticos

3. Os Melhores Suplementos Probióticos Utilizam ‘Estirpes Patenteadas

O próximo passo importante é analisar as próprias estirpes. Recomendamos vivamente que procure marcas que utilizam ‘estirpes patenteadas’. A importância das estirpes patenteadas é provavelmente ainda o segredo mais bem guardado no mundo dos probióticos.

Uma estirpe patenteada tem uma extensa pesquisa sobre os seus benefícios para a saúde, portanto, é-lhe atribuído um nome específico, ou como iremos ver nos próximos parágrafos, um número específico. Por outro lado, uma estirpe não patenteada não tem pesquisas por trás, por isso, nunca poderá ter bem a certeza dos efeitos exatos. Estirpes não patenteadas são ainda utilizadas pela vasta maioria de empresas de probióticos por serem mais baratas.

Então como analisar para saber se é patenteada ou não? Na verdade é muito fácil, basta procurar um número após cada estirpe listada na parte de trás do rótulo do probiótico. Mas deixe-me explicar um pouco mais. Vamos analisar uma das estirpes bacterianas mais comuns em probióticos –  Lactobacillus acidophilus. Na realidade, Lactobacillus acidophilus não é tecnicamente uma estirpe. Lactobacillus é o genus ou família de estirpes, e Acidophilus a espécie da estirpe. A verdadeira estirpe é definida por um número. Por exemplo, no nosso probiótico é a La-14. Portanto, o título completo da estirpe é Lactobacillus Acidophilus La-14.

A maneira mais fácil de entender isso é pensar em cães. O género ou família de um cão é um canino que inclui cães, coiotes, lobos, etc. A espécie (ou seja, Acidophilus) é um cão, no entanto, a linhagem é equivalente à raça do cão, ou seja, um pug ou um alsaciano.

Então, enquanto os alsacianos e pugs são ambos cães, existem obviamente grandes diferenças entre eles. O mesmo se aplica a um probiótico. Porque a maioria das empresas apenas lista Lactobacillus acidophilus nas suas embalagens sem nenhum número definido, isto significa que estão a utilizar estirpes genéricas baratas sem identificação apropriada, o que por sua vez, torna impossível de julgar os seus verdadeiros benefícios para a saúde.

Com um ‘número de estirpe específico’ listado na embalagem de um probiótico, poderá imediatamente identificar a estirpe específica e facilmente encontrar os estudos exatos realizados. Quando as marcas não listam estirpes patenteadas este é um grande sinal vermelho. Estirpes patenteadas são especificamente seleccionadas pela sua capacidade de ultrapassar o ácido do seu estômago e bílis, para que não morram enquanto passam no seu sistema digestivo. Com estirpes não patenteadas, não é possível saber se são resistentes a ácido e bílis e a probabilidade de sobreviverem no seu caminho.

Barrigas felizes para casais felizes

4. Adquira As Melhores Cápsulas Probióticas – Revestimento Entérico ou Libertação Retardada

Os melhores suplementos probióticos irão também utilizar uma cápsula especificamente revestida, ou seja uma cápsula com “revestimento entérico” ou “libertação retardada“. Isto significa que a cápsula não se dissolve assim que entra no seu estômago, o que exporia os probióticos ao ácido estomacal e à bílis. Agora, já mencionamos que as estirpes devem ser escolhidas pela sua capacidade de resistir ao ácido e à bílis. Mas nada na vida é 100% garantido, portanto, usar uma cápsula entérica ou de libertação retardada é apenas uma garantia extra para garantir que a bactéria chegue viva ao seu intestino grosso.

5. Probióticos De Qualidade Não Devem Necessitar De Refrigeração

Muitas marcas por aí requerem a refrigeração dos seus probióticos. No entanto, isto é um factor indicativo de uso de estirpes de baixa qualidade. Estirpes de qualidade serão capazes de sobreviver a temperaturas normais (deve manter sempre os seus probióticos num local fresco e seco). Um dos maiores problemas com os probióticos que requerem refrigeração é que quando saem das instalações de fabricação, estes não serão refrigerados durante o transporte, e durante o tempo que permanecerem em armazéns.

Este período de tempo pode ir de algumas semanas a alguns meses, portanto, durante esse tempo a sua potência é constantemente enfraquecida e as bactérias começam a morrer, e consequentemente serão menos eficazes.

Probióticos necessitam de prebióticos para sobreviver

6. Probióticos Necessitam De Prebióticos

Os prebióticos são o alimento dos probióticos. Uma marca de probióticos de qualidade deve sempre fabricar uma cápsula que contém tanto prebióticos como probióticos. Os prebióticos certificam-se que os probióticos são nutridos enquanto estão na cápsula, para que ainda estejam vivos na hora de os tomar. Estes também ajudam a alimentar os probióticos quando estiverem na sua flora intestinal. Verifique cada marca para garantir que têm prebióticos.

7. Teste Independente de Terceiros

Um fator final para julgar qual é o melhor probiótico a tomar é se uma empresa disponibiliza certificados de teste independentes de terceiros. É muito bom para estes anunciar algo na embalagem ou na sua literatura de vendas. Mas como realmente sabe que está mesmo a obter o que dizem que está a receber, especialmente quando a pesquisa mostrou que até 30% das empresas não fornecem realmente a potência de probióticos que dizem fornecer? É aí que entra o teste de terceiros. Todas as empresas respeitáveis devem fornecer esses certificados sob demanda, ou melhor ainda, publicá-los nos seus sites/páginas de vendas.

Portanto, agora já tem os 7 principais fatores a serem observados ao escolher um probiótico. Se uma marca satisfaz todos esses requisitos, pode ter a certeza de que está a receber um produto de qualidade. Para os melhores probióticos que atendem a todos esses critérios, confira as nossas Culturas Vivas com Fibra para Adultos, Culturas Vivas Com Fibra Para Mulheres, e Culturas Vivas Com Fibra Para crianças.

Obtenha Desconto de 15% na Sua Primeira Compra

Coloque o seu e-mail e receba o seu cupão de 15% desconto